ATENDIMENTO À PESSOA SURDA NO VAREJO

Um estudo exploratório sobre o relacionamento comercial entre surdos e o comércio de Pindamonhangaba (SP)

  • Prof. Ms. André Petris Gollner
  • Jessica Mayara Todam Rodrigues da Silva
  • Juliane Alves Leite
Palavras-chave: Atendimento inclusivo, Pessoa surda, LIBRAS, Comércio Varejista

Resumo

O atendimento inclusivo para surdos pode representar um diferencial competitivo e, principalmente, uma valorosa iniciativa de responsabilidade social empresarial (RSE) para uma empresa do setor varejista. Este trabalho procurou investigar a comunicação de profissionais do comércio de Pindamonhangaba (SP) no atendimento ao  consumidor surdo e descrever os recursos mais usuais neste relacionamento comercial. A intenção foi ouvir as duas partes e tentar compreender as barreiras de comunicação e como melhorar a interação social entre a pessoas surda e o atendente. Para tanto foram feitas duas pesquisas de campo, uma com empresas locais e outra com surdos. Observou-se que os profissionais do comércio local não estão suficientemente preparados para atender pessoas surdas e infere-se que a comunicação verbal ou gestual não é o suficiente para estabelecer um vínculo entre eles.

Publicado
2020-05-31
Seção
Artigos